Notícias

MG – BR 367 Só será asfaltada em 2013, afirma supervisor do DNIT

E-mail Imprimir PDF

Diretor do DNIT Jose Carlos MaiaO evento reuniu 25 prefeitos das regiões dos Vales do Jequitinhonha, São Mateus e Mucuri.

O engenheiro José Carlos Maia Ribeiro, supervisor em Minas Gerais do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) jogou um balde de água fria na fogueira dos prefeitos que exigem o imediato cumprimento da promessa de asfaltamento de trechos da BR-367 feita pela então candidata Dilma Roussef , hoje presidente da República, durante sua visita ao Vale do Jequitinhonha em janeiro do ano passado.
“ Esta obra não sai antes de 2013 devido às burocracias do DNIT”, disse o engenheiro durante reunião itinerante da Associação Mineira dos Municípios, realizada dia 28 de setembro na cidade de Jequitinhonha.
De acordo com ele a obra está desafiando as autoridades desde a década de 90. “ Em 2000 foi entregue ao DER (Departamento de Estradas de Rodagens de MG) a responsabilidade de executar a obra. Na época, a Construtora Minas Sul, ganhadora da licitação iniciou o asfaltamento mas acabou falindo.
Após este episódio,segundo ele, o DER reassumiu a missão de fazer um novo projeto para a 367 mas o DNIT rejeitou porque não estava nos moldes exigidos pelo órgão.
“ O DER acabou perdendo o interesse pela obra. Hoje a pavimentação está sob a responsabilidade do DNIT porém, os escândalos envolvendo o alto escalão do Ministério dos Transportes e do DNIT levaram a presidente da República suspender todas as licitações previstas no país, entre elas a da BR-367”, justificou o engenheiro.
“ Será feito um novo projeto que precisa seguir trâmites legais. Infelizmente esta obra não tem condições de sair em menos de 2 anos. É preciso empenho dos prefeitos. É obra do PAC mas demanda tempo. Se projeto não for bem feito , o Tribunal de Contas da União (TCU) pode suspender. Não deixem devolver para o DER porque ele pode novamente se desinteressar pela obra”, finalizou o engenheiro.
A tônica da reunião itinerante da AMM girou em torno do asfaltamento da BR-367. Os prefeitos reclamaram do jogo de empurra-empurra que se transformou a realização da obra.
O presidente da AMM, Angelo Roncalli de Freitas, prefeito de São Gonçalo do Para´, afirmou que a entidade vai se unir em torno da revindicação dos prefeitos para mobilizar o governador de Minas e a imprensa para sensibilizar o governo federal a agilizar o início da obra.

Onde fica a BR 367

A BR-367 é uma rodovia federal . Tem início em Diamantina, MG e término em Santa Cruz Cabralia, (BA), atravessando cidades do nordeste de Minas, cortando todo o Vale do Jequitinhonha, como Turmalina, Virgem da Lapa, Araçuai, Itaobim, Jequitinhonha, Almenara, Jacinto e Salto da Divisa.
Também passa por Porto Seguro, no litoral sul da Bahia, tendo sua extensão quase toda pavimentada por asfalto. Existem trechos de estrada de chão (entre os municípios de Jacinto e Salto da Divisa, Minas Novas- Chapada do Norte-Berilo-Virgem da Lapa).
Ainda é possível encontrar nessa rodovia, pontes estreitas de madeira, nos municípios de Chapada do Norte, Berilo, Virgem da Lapa, Jacinto e Salto da Divisa, onde só permite passar um carro por vez.
A promessa de asfaltamento desses trechos foi feita pela candidata Dilma Roussef, durante visita à Araçuai e Jenipapo de Minas em janeiro de 2010.
Apenas 25 prefeitos dos 100 convidados, compareceram à 2ª Reunião Itinerante da AMM cujo objetivo era entregar ” agenda positiva dos municipios mineiros” ao presidente da Assembléia Legislativa, deputado Diniz Pinheiro, que não compareceu. Ele foi representando pelo deputado Inácio Franco, 2º vice-presidente da Assembléia.
Última atualização em Sex, 30 de Setembro de 2011 16:08
 

Governo de Minas anuncia início do Plano Regional Estratégico do Norte do Estado

E-mail Imprimir PDF

BELO HORIZONTE (13/07/11) - Com a participação do governador  Antonio Anastasia, empresários, prefeitos e de vários integrantes do primeiro escalão do Executivo estadual, o  Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional e Política Urbana (Sedru), anunciará nesta sexta-feira (15), em Montes Claros, no Norte de Minas, o início da elaboração do Plano Regional Estratégico das microrregiões de Grão Mogol, Janaúba e Salinas. Nos próximos anos, a previsão é de que a região receberá investimentos da ordem de R$ 7 bilhões, na exploração de jazidas de minério de ferro por parte de grandes empresas nacionais e multinacionais.

A apresentação do plano acontecerá durante o Dia do Governo de Minas nos Gerais - Novos Investimentos e Sustentabilidade, que está sendo promovido pelo Governo do Estado em parceria com a Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (Amams) e com a Agência de Desenvolvimento do Norte de Minas Gerais (Adenor).

O secretário de Estado de Desenvolvimento Regional e Política Urbana, Bilac Pinto, entende que o Plano Regional Estratégico será uma ferramenta capaz de prever os possíveis riscos e estabelecer os impactos diretos e indiretos que 36 cidades do Norte de Minas vão sofrer com os empreendimentos de empresas multinacionais da área de mineração. Entre as empresas que já anunciaram interesse de atuação no Norte de Minas estão a Vale S.A; a Carpathian Gold, através da Mineração Riacho dos Machados; e a Sul-Americana de Metais (SAM). O Plano vai traçar diretrizes para a estruturação dos municípios nas áreas da saúde, educação, defesa social, formação profissional, mobilidade urbana, habitação e saneamento, visando atender o aumento de demandas a curto, médio e longo prazos. 

O trabalho da Sedru na elaboração do plano terá início em agosto deste ano, com previsão de ser entregue aos municípios em junho de 2012. Para a realização do trabalho o Governo de Minas já investiu R$ 450 mil. Além disso, a Sedru estabeleceu diversas parcerias para recebimento de apoio técnico institucional. Entre os parceiros estão as Secretarias de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede) e de Planejamento e Gestão (Seplag), o Ministério da Integração Nacional, a Fundação João Pinheiro (FJP) e o Sebrae-MG. 

Abrangência

Entre os municípios localizados no entorno de Grão Mogol, Janaúba e Salinas o Plano Regional Estratégico envolverá Águas Vermelhas, Berizal, Curral de Dentro, Divisa Alegre, Fruta de Leite, Indaiabira, Montezuma, Ninheira, Novorizonte, Rio Pardo de Minas, Rubelita, Santa Cruz de Salinas, Santo Antônio do Retiro, São João do Paraíso, Taiobeiras, Vargem Grande do Rio Pardo, Botumirim, Cristália, Itacambira, Josenópolis, Padre Carvalho, Catuti, Espinosa, Gameleiras, Jaíba, Mamonas, Mato Verde, Monte Azul, Nova Porteirinha, Pai Pedro, Porteirinha, Riacho dos Machados e Serranópolis de Minas. 

O Plano Regional Estratégico do Norte de Minas será o quarto a ser elaborado pela Sedru. O primeiro foi concretizado em 2008 na região de Divinópolis, no Centro-Oeste do Estado. Posteriormente foi elaborado o plano estratégico da microrregião de Passos, no Sul de Minas, e, por último o plano do Alto Paraopeba que merece destaque, pois se tornou um marco em planejamento regional recebendo, em 2010, o prêmio Excelência em Gestão Pública do Estado de Minas Gerais.

Planejamento 

Na opinião do secretário Bilac Pinto, o planejamento é indispensável para que os novos empreendimentos que estão sendo aportados para o Norte de Minas tragam retorno aos municípios. “O Governo do Estado está possibilitando que os municípios a serem impactados pelos novos empreendimentos realizem um planejamento para que os recursos oriundos da iniciativa privada sejam aplicados em áreas que serão afetadas com a chegada das empresas, entre elas os setores de saúde e a educação”.

Por sua vez, a subsecretária de Desenvolvimento Regional, Beatriz Morais, entende que a política de planejamento adotada nos últimos anos pelo Estado tem se constituído fator fundamental para o crescimento dos municípios mineiros. “Há alguns anos o que víamos em Minas Gerais eram grandes empresas que chegavam em determinada região, acarretando um crescimento desorganizado de diversas cidades. Hoje, com o trabalho de planejamento realizado a partir do Governo Aécio Neves/Antonio Anastasia, as cidades que recebem grandes empreendimentos sabem onde aplicar o dinheiro advindo dos investimentos privados,” destaca a subsecretária.
 

Governador Antonio Anastasia inaugura obras da Saúde e de pavimentação de vias em Taiobeiras

E-mail Imprimir PDF
O governador Antonio Augusto Anastasia inaugurou, neste sábado (14/05), em Taiobeiras, três obras que vao  ajudar na melhoria dos serviços prestados pelo setor de saúde. O novo Pronto Socorro do Hospital Santo Antônio, a Unidade Básica de Saúde Sagrada Família-União, a Rede Farmácia de Minas e uma praça, com parque para as crianças e quadra poliesportiva na Avenida Barbacena, um investimentos de R$ 1,7 milhão pelo governo do Estado, com contrapartida da Prefeitura. O governador também  recebeu o título de Cidadão Honorário e visitou aos stands da Ferarp- Feira Regional do Alto Rio Pardo .

Anastasia desembarcou em Taiobeiras às 14h45min., seguindo para o palco montado ao lado do novo Pronto Socorro. Após a inauguração das quatro obras, em conjunto e no palco, o governador visitou as instalações da nova unidade de Pronto Atendimento do Hospital, no palanque o governador disse:

“ Quanto mais nós investirmos em unidades regionais de saúde nas cidades médias, mais nós vamos desafogar a pressão sobre as cidades maiores, por isso a construção desse pronto socorro, da unidade de saúde, da unidades do Farmácia de Minas. O Pro-Hosp, que é um grande programa do Estado, significa diminuir a pressão sobre os centros maiores, tornando o atendimento à saúde melhor e até mais humano, porque é mais próximo à residência da pessoa que precisa da assistência”, disse Anastasia.

A reforma e ampliação do Pronto Socorro do Hospital Santo Antônio possibilitará aumentar em 50% o número de consultas e atendimentos mensais, que atualmente chegam a 3.200. O Pronto Socorro de Taiobeiras é referência na microrregião Norte, que soma 17 municípios. O Governo de Minas investiu R$ 479,5 mil nas obras, iniciadas em 2009 e concluídas em dezembro de 2010

Em seguida foi para o Pavilhão da Ferarp, onde recebeu o título de Cidadão Honorário de Taiobeiras e visitou os stands das alas de agricultura, educação e cultura da Feira.Ele apontou as novas unidades de saúde como importante passo na continuidade da política do Governo de Minas de descentralizar o atendimento à saúde no Estado.

Na visita à Ferarp, o governador conversou com expositores, experimentou bombons e outras quitandas e foi presenteado por artesãos e pela artista plástica Elisiana Alves, de quem recebeu uma tela retratando cena tipicamente rural. O governador permaneceu na feira por cerca de 20 minutos, em sua visita de uma hora e cinquenta minutos a Taiobeiras.

Esta foi a terceira vez que Antonio Anastasia esteve em Taiobeiras. Em 2009 ele visitou a cidade na condição de vice-governador, para as inaugurações do asfaltamento da rodovia entre Taiobeiras e Berizal e do complexo Minas Olímpica Saúde na Praça, pernoitando em Taiobeiras e tendo, inclusive, participado da Festa de Maio, no sábado à noite. E no ano passado Antonio Anastasia voltou à cidade, desta vez em campanha ao governo de Minas.

Última atualização em Sex, 20 de Maio de 2011 19:07
 

Acidente entre dois ônibus e um caminhão deixa pelo menos 35 feridos na BR-251

E-mail Imprimir PDF

O grave acidente envolvendo dois ônibus e um caminhão deixou pelo menos 35 pessoas feridas na madrugada desta terça-feira. Segundo o Corpo de Bombeiros de Montes Claros, o acidente aconteceu na altura do km 502 da BR-251. Conforme testemunhas informaram aos militares, o ônibus de uma empresa de turismo, placa ICM-8203 de Taiobeiras (MG), bateu na traseira do caminhão, com placa de Várzea da Palma (MG). 

Última atualização em Ter, 19 de Abril de 2011 15:10
 

O Brasil representado pela cerâmica

E-mail Imprimir PDF

A tristeza e a alegria do povo estão na obra de dois artistas importantes do Vale do Jequitinhonha: Ulisses Mendes, de Itinga, e João Alves, de Taiobeiras.

Última atualização em Ter, 12 de Abril de 2011 12:47
 


Página 1 de 2